Dia Mundial do Meio Ambiente: menos plástico, por favor

plásticoA partir do dia 1º de junho é comemorada a Semana Nacional do Meio Ambiente no Brasil, e no dia 5 do mesmo mês é o Dia Mundial do Meio Ambiente, desenvolvido pela ONU.

Para essa data em 2018, o tema escolhido foi “#AcabeComAPoluiçãoPlástica”, para chamar a atenção dos governos, setor privado, comunidades e indivíduos para quantidade de plástico produzimos, consumimos e descartamos de forma incorreta.

 

O que é o Dia do Meio Ambiente?

O Dia Mundial do Meio Ambiente é o mais importante da ONU para incentivar a conscientização e a ação mundial para a proteção do meio ambiente, já que a Organização promove que pequenas atitudes locais ajudam a proteção da natureza como um todo se cada comunidade fizer a sua parte.

Desde o seu início em 1974, essa data cresceu e se tornou uma plataforma global de divulgação pública e uma das principais ferramentas de conscientização difundida em mais de 100 países.

O site do Dia Mundial do Meio Ambiente aponta: “Nas últimas décadas, os avanços científicos, bem como os crescentes problemas ambientais, como o aquecimento global, estão nos ajudando a entender as inúmeras maneiras pelas quais os sistemas naturais sustentam nossa própria prosperidade e bem-estar.

 

Chegou a hora de reduzir o plástico

plásticoO plástico faz parte de nossas rotinas e muitas vezes não notamos como ele está presente: na garrafa de água, na embalagem do shampoo, em nossas escovas de dentes, até nas roupas! Entretanto, não lembramos que, quando não reciclado, o plástico pode durar até 450 anos na natureza.

De acordo com a National Geographic, a produção desse material, que é utilizado em grande escala apenas há 60 anos, já conta com cerca de 9,2 bilhões de toneladas no último século, e mais de 6,9 bilhões viraram lixo sem reciclar.

No ano passado, a Orb Media fez um levantamento que destacou que a água de torneira de diversas cidades de todo o mundo estão contaminadas com fibras de plástico. Ou seja, a água que toda sociedade usa para lavar as mãos e alimentos, para cozinhar e tomar banho. Além disso, a mesma organização fez testes em garrafas de água prontas para consumo e encontrou microplástico em marcas líderes.

Outro dado alarmante foi divuldado em uma pesquisa realizada pela Fundação Ellen MacArthur: se o uso de plástico continuar aumentando em todo o mundo, em 2050 haverá mais plástico que peixes nos oceanos, já que, por ano, de 5 milhões a 13 milhões de toneladas de plástico são descartadas nos mares, afetando toda vida marinha.

 

Como ajudar?

“Se você não pode reutilizar, você deve recusar.” Esse é o lema!

Já pensou quantos canudos, copos plásticos, sacolinhas que são utilizadas só uma vez e já jogadas fora?

Aqui estão cinco dicas que você pode fazer no seu cotidiano (sem esforço!) para ajudar:

 

plásticoEvite comprar itens embalados em plástico

Procure por produtos e outros itens que não sejam embalados em excesso e compre alimentos em potes de vidro e detergentes em caixas em vez de garrafas.

Além de reduzir o plástico que você usa, você está enviando uma mensagem importante para os fabricantes desses produtos de que você não gosta de embalagens de plástico.

 

Use sacolas de pano

Mantenha os sacos reutilizáveis ​​em algum lugar próximo – em seu carro, bicicleta ou perto da porta, para que você não os esqueça quando for ao mercado, ao supermercado ou ao shopping.

 

Evite garrafas descartáveis de água

Garrafas plásticas são um dos cinco tipos mais comuns de lixo encontrados nas praias.

Como a água engarrafada é muito mais cara que a água da torneira, você também economiza utilizando garrafas reutilizáveis e evita os possíveis riscos de toxinas plásticas se infiltrarem em sua bebida.

 

plásticoDiga “sem canudo, por favor”

Canudos são um dos 10 melhores itens encontrados nas praias.

Na maioria dos casos, beber de canudinho é simplesmente uma mania que pode ser descartada para ajudar a natureza.

Se você precisa de um canudo, você pode obter um aço inoxidável reutilizável ou um de vidro.

 

plásticoUse roupas feitas de materiais naturais

Vestir e lavar roupas provoca o descamação das fibras e roupas de poliéster são feitas de plástico.

Pequenas partículas de microplástico encontradas em oceanos ao redor do mundo foram rastreadas até esses tecidos sintéticos.

 

É importante lembrar de separar o lixo para facilitar que o uso (esperamos que reduzido!) dos plásticos seja destinado corretamente para a reciclagem. Além disso, é vital que todas essas ações sejam parte do seu cotidiano, não apenas durante a semana do meio ambiente.

Você também pode gostar de: