Álcool: os malefícios vão além da cirrose

álcool

álcoolÁlcool é uma das substâncias mais consumidas do Brasil e do mundo e, por causa disso, cerca de 2,5 milhões de pessoas morrem a cada ano no mundo devido ao consumo excessivo de bebida alcoólica, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS).

 

Relação do álcool com doenças

Segundo um estudo de cinco anos realizado na França e publicado recentemente pelo The Lancet Public Healt, o álcool pode causar demência.

Os pesquisadores analisaram mais de um milhão de adultos diagnosticados com demência e chegaram a conclusão que o abuso de álcool é o fator de risco evitável mais influente para o início de todos os tipos de demência.álcool

E o caso de demência precoce, que ocorre antes dos 65 anos, é o dado mais alarmante: 57% dos casos estavam relacionados ao álcool e de todos os pacientes acompanhados, 18% eram alcoólatras.

“O álcool é um problema devastador, independentemente do órgão. Agora podemos adicionar o cérebro à lista que já continha fígado, rim e coração”, disse Michaël Schwarzinger, um dos responsáveis pelo estudo.

Outras doenças ou complicações para a saúde que o consumo excessivo da bebida alcoólica pode causar são diversos tipos de câncer, como de mama, de estômago, de cólon, de fígado e de esôfago, diabetes mellitus, impotência sexual, hipertensão, AVC e a conhecida cirrose.

Entretanto, de acordo com a OMS, a bebida alcoólica pode causar mais de 200 doenças, incluindo mentais.

 

Bebida alcoólica e o brasileiro

álcoolEsses dados são preocupantes para os brasileiros, pois uma pesquisa realizada pelo OMS constatou que consumo de álcool per capita no Brasil aumentou 43,5% em dez anos, chegando a 8,9 litros de álcool puro por ano, e agora supera a média internacional, que é 6,4 litros por ano.

O alcoolismo, a doença do vício de bebida alcoólica, é caracterizado pelo consumo de mais de sete drinks por semana ou a ingestão frequente de mais de três drinks por dia nas mulheres e o dobro disso nos homens, sendo que um drink é considerado uma taça de vinho ou 355 ml de cerveja ou 45 ml de uísque.

De acordo com a OMS, como os efeitos do álcool podem variar de acordo com altura, peso, refeições anteriores e outros fatores, não há níveis seguros de consumo de bebida alcoólica.

Caso você tenha interesse em saber como a mudança de hábito pode mudar a sua vida, veja aqui. Caso você deseja uma ajuda especializada em vício do álcool, acesse este site.

Você também pode gostar de:

sarampo
paz interior